Mood: Fiona Apple - Sullen Girl

Ouvir


Dias assim de tempo incerto
devolvem-me o andar
o caminhar 
por dentro. E olhando a confusão
reconheço-me perto
mais do que nos dias
em que tudo parece andar bem

Piso o chão que criei
e ali reconheço
o esforço no que mereço
as dores do que não tentei

Às vezes custa respirar
o estraçalhar da liberdade
Mas caminho há já ali

E quando o vejo assim
penso em jeito competente
de expressar a torto e a direito
este jeito de estar contente
A alegria leviana


Vida.
Descobrir-lhe o encanto
lançar-lhe depressa a mão
Alguém lhe ouça o desgosto
por não lhe provarem o gosto
no queixume de balcão

Pouco sei de viver
que não seja melodia.
bochechas quentes
unhas sujas e mãos boas
Não preciso de abrigo
Preciso sorver pessoas
de sorriso inteiro

Não chega ainda
de pisar o chão descalça
sentir a gravilha e o lodo
Preciso ser mais bonita
Ocupar mais do meu todo

Ninguém rebenta
na tarefa de se tentar
E se alma se acrescentar
vou-te saber apreciar
da minha melhor parte.

Vou assumir
como uma espécie de arte
este rasgar dos dias melhor
De tudo o que posso ser
sou ainda e sempre o meu pior.

Comentários

katy@porto disse…
Fantástico.

Mensagens populares