Mood: Tindersticks, My Oblivion

Ouvir
Chega de parir palavras. 

Foi a última coisa que pronunciou em alta voz, antes de doer no orgasmo. Gritou-o,
liberando a desistência. Desde então deixou de se magoar em prosas de papel. A voz não mais se ouviu. Poderia jurar que emudeceu. E os dedos perder-se-iam em folhas de outros, apenas.

O afecto dói... mas escrever-te magoa demais.

Tinha-mo dito tantas vezes. Mas nunca a tinha ouvido antes. Naquele cobrir-se silencioso, vi-me esmagado
...esmagado pela minha surdez. Vestiu-se e deixou-me. Levou com ela a carne e as prosas, suavemente amarrotadas entre os dedos desinteressados, e que à sua saída doeram... a mim apenas, amarrotado que fiquei entre os dedos dela.

Comentários

Anónimo disse…
...tá-me a escapar qq coisa...
bjo "Marta"
Essa canção... Os violinos sempre me rasgaramn a pele. Mas nessa canção especialmente.
E fazer amor por fornicar, será parir palavras?
amazing disse…
Fabuloso o que escreveste e Linda a música, das minhas favoritas.
polegar disse…
maravilhoso...
Anónimo disse…
Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »

Mensagens populares