Mood: Azure Ray- Don't make a sound




Fotos: Sophie Thouvenin

Aparentemente só o tempo esbate a consistência da memória, aquela que habita senão nos afectos.


" How am I supposed to heal? ... if I can´t feel time."




Memento (2000) de Christopher Nolan

Comentários

'Time is never time at all'
Mikado disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Mikado disse…
E quando sentir o tempo...será que se vai conseguir curar???
Ja tinha saudades de vir cá...e agora que chego aqui sinto-me em casa. As imagens as palavras..

O tempo passa depressa ou devagar; quando estou sozinha passa lento lento lento...se me distraio passa a correr; eu nunca conseguirei esquecer, nunca conseguirei curar... dói mais saber isso, mais do que sentir o tempo a passar.

beijo
Princesa* disse…
O tempo pode atenuar a memória, mas amordaça as emoções que passam a reviver em silêncio nos cantos escuros de nós. O tempo poderia apagar...O tempo poderia perdoar
polegar disse…
seja qual for a memória que se esbate, o que cresces com a emoção que gerou nunca se apaga... está lá nos teus gestos.
Anónimo disse…
Keep up the good work » » »

Mensagens populares