Mood: Josh Rouse, rise


Foto: Zoe Wiseman

E o cansaço da luta contra a simbiose
anuncia seu fim
quando a areia se tornou fria demais para ficar
e o mar ainda denso demais para transpôr...

O princípio de todos os começos...

O início do fim do desgaste...

Na espera vai-se queimando a pele,
O ar inóspito não espera por decisão.

Quando a noite cair...caiu.
E há onde estar nas próximas madrugadas.
Mas gozando cada pedacinho de areia.
Posted by Picasa

Comentários

Ricardo Leal disse…
São os ciclos cominicio e fim. O importante é o saber saborear cada uma das fases.
H. disse…
Cada momento, mesmo os de abandono emocional, deveriam ser sentidos em pleno. Pq ao sentir sentimo-nos Vivo!

Um beijo *
Richie disse…
E se é preciso avançar, evoluír, porque parar é estagnar, pois que se avance, que se tenha a coragem de partir, de mudar. Com os olhos no futuro, levando pela mão a esperança de um novo e melhor renascer. Degustando até ao limite, cada momento presente :o)

Faz sentido. E dá que pensar! Não é fácil... descolar das costas o passado.

Beijinhos Joana

P.S. Josh Rouse: Ouvi ao lado do texto... e gostei bastante! Não conhecia, mas curiosamente pareceu-me familiar... ;o) "1972" é o album, certo? A revisitar...

Mensagens populares